• Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • YouTube

© 2017 by Thiago Matheus, Brasília. Proudly created with Wix.com

Please reload

Please reload

Please reload

As "regras" de harmonização

É comum todos os livros ou cursos de vinho terem uma parte dedicadas às regras de harmonização entre comida e vinho. A mais famosa é aquela que diz: Carne vermelha deve ser acompanhada por vinho tinto e peixe por vinho branco.

Mas e se estiver rolando um churrasquinho na beira da piscina, naquele calor de rachar, eu não posso beber um espumante ou um rosé? Ou se você está na casa de um amigo e ele serve um salmão defumado acompanhado de vinho tinto, você vai se negar a beber o vinho?

Pois é, por razões como essas eu nunca encarei essas orientações como regras rígidas, apenas como parâmetros de boas combinações entre comida e bebida. Acredito que para desmistificar o vinho, as pessoas devem ser menos formais e aceitar melhor que não tem nenhum problema o gosto pessoal de alguém contrariar as tão famosas "regras de harmonização".


O vinho é algo que faz parte do meu dia a dia então ele acompanha meu almoço até quando ele é aquele simples PF (geralmente com arroz, feijão, carne e batata frita ou aipim😋). Nesses casos costumo escolher um vinho tinto leve com boas notas de fruta e de preferência bem refrescante. Mas apesar disso não descarto a combinação com um rosé, espumante ou até mesmo um branco. Pois é, aqui em casa não tem regras rígidas.


Agora queria saber de vocês, qual é a sua harmonização preferida para o famoso prato feito brasileiro? Deixa sua resposta aqui nos comentários.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ARQUIVO
POSTS RECENTES
TAGS
CATEGORIAS
Please reload

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon