Os vinhos do Sr Camelo Patti, um artista dos vinhos

Não sei vocês, mas alguns vinhos me emocionam e vou lhes explicar o porquê. Nossa vida é tão corrida que é normal não darmos a devida atenção a pequenos detalhes da rotina diária. Por exemplo, quem pára e pensa na origem de tudo que está comendo e bebendo. Muitas vezes fazemos essas coisas de forma automática, em frente a uma tela, sem ter ideia da origem daquilo que estamos consumindo. E isso também acontece com o vinho. Mas naqueles casos que você conheceu o produtor ou o enólogo e sentiu a paixão deles por aquela bebida que eles estão lhe servindo, é impossível beber o vinho sem lembrar das estórias contadas sobre ele. Foi o que aconteceu comigo ao beber esse vinho do produtor argentino Carmelo Patti.

Visitei o Sr Patti em minha viajem à Mendoza e acho que poucas vezes conversei com algum produtor que fosse tão simples e tão apaixonado pelo que faz. Não existe a possibilidade de conhecê-lo e não se apaixonar por seus vinhos. Esse exemplar que está na foto é um Cabernet Sauvignon de 2006. Um vinho com mais de 12 anos para se ter uma ideia, eu nem bebia álcool quando ele foi produzido), e com uma jovialidade extraordinária. Ele apresentou uma explosão de aromas: frutas negras, tabaco, pimenta do reino e chocolate amargo. E tudo aliado a um frescor incomum para um vinho dessa idade. Uma verdadeira obra de arte do Sr. Patti...uma obra de arte que me emocionou.

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
POSTS RECENTES
CATEGORIAS
TAGS
ARQUIVO